terça-feira, 26 de novembro de 2013

Mito 2: Uma bicicleta ocupa muito espaço em casa

A não ser que moremos num apartamento com garagem ou numa moradia, a questão da falta de espaço para arrumar a bicicleta é, em alguns casos, uma realidade.

Claro que existe sempre a opção de adoptar um estilo de vida espartano e fazer algumas alterações como, por exemplo:


  • Trocar o sofá grande e espaçoso por uns bancos de madeira

  • Utilizar a geleira do campismo para guardar a comida, em vez do frigorífico

  • Para cozinhar, trocar o fogão por uma botija da campingaz. Para além de pouparem espaço, podem cozinhar em qualquer ponto da casa. Resolvem assim a questão de ficarem na cozinha enquanto todos se divertem na sala! De certeza que as jantaradas com os amigos passaram a ser mais animadas

  • Cama. Para quê uma cama ? Um tapete de ginástica e um saco cama servem perfeitamente. Com a vantagem de que, nas noites mais frias, podem levar o campingaz para o quarto e assar marshmallows.




Pouparíamos imenso espaço, é verdade. Mas, também é verdade que gostamos do nosso conforto e não há nada de mal nisso! Queremos ficar esticados a ver o Walking Dead no nosso sofá grande, e dormir atravessados numa cama que dá para albergar três pessoas e quatro gatos.

No entanto, quando decidimos trazer uma bicicleta para a nossa vida, sabemos que, durante os próximos anos iremos partilhar não só aventuras, chuvadas e dias primaveris de cabelos ao vento, mas também um tecto. É um pouco como um casamento ... e assim sendo, temos de fazer algumas cedências de espaço.

Talvez por a cultura da bicicleta não estar ainda muito enraizada, a maioria das pessoas tende a procurar um sítio para onde a esconder. Uma despensa, uma varanda, ou até a arrecadação. Cuidado. Guardá-la num sítio pouco acessível é, como vimos aqui, meio caminho andado para que ela se transforme num cabide de duas rodas. Começa com um "vou só por aqui esta camisolinha" e, quando damos conta, temos lá não só a camisola mas também as malas, meias, cuecas e aquele casaco de inverno que nunca usamos.

Na verdade, até é vantajoso a bicicleta estar num sítio bem à vista. Porquê? Porque contribui para aumentar o sentimento de culpa. Uma coisa é guardá-la "longe da vista, longe do coração". Outra, bem diferente é vê-la ali, dia após dia, a definhar com a falta de utilização.



Mas também há quem queira realmente incorporar a bicicleta no ambiente de casa. Afinal de contas, somos ou não somos ciclistas ? É aqui que começa a procura de soluções para a arrumar em pouco espaço.

Vamos à Internet e encontramos soluções como esta ou esta e desanimamos. Estas soluções não são, nem de longe nem de perto, soluções para small apartments. E certamente que se o nosso apartment tivesse aquele tamanho, não andaríamos à procura de soluções. 

E desanimamos.

Mas a perseverança, qualidade comum, nos ciclistas não nos deixa desistir. Bem vistas as coisas, há realmente soluções de arrumação à medida das necessidades e carteiras de cada um. Há as que privilegiam o aspecto estético e as que estão mais voltadas para a componente prática. Há as soluções duvidosas e esteticamente hediondas e as que são verdadeiras peças de design moderno. 






Mas e então, como é que contornamos a falta de espaço ?



Em grande parte, através da escolha da bicicleta. Claro que, se moramos num T0 e não temos muito espaço, um tandem um triciclo de carga, por fantásticos que sejam... não serão a melhor opção. Talvez neste caso, quem sabe, a dobrável possa ser a escolha mais acertada. Para além de ocuparem pouco espaço, são fáceis de transportar e existem já uma grande variedade por onde escolher.
Para quem não gosta de dobráveis, ou simplesmente prefere outro tipo de bicicletas, as opções de arrumação são muitas. Espreitem lojas como a Cenas e Pedal, a Happy Bicycle e a Decathlon.


Cá por casa, depois da resistência inicial (nenhum de nós estava habituado a ter as binas ali à vista), elas lá acabaram por ganhar o seu lugar de estacionamento.




E vocês, onde guardam as vossas ? 


Enviem-nos as vossas fotos para costureira.ciclista@gmail.com ou 
partilhem-nas no nosso facebook :)










Sem comentários:

Enviar um comentário